Início > História das marcas > As ondas etílicas do ser

As ondas etílicas do ser

Aproveitando esse último post sobre cervejas, vou botar aqui outra idéia que eu tinha para o blog, que era o de colocar a história de construção de algumas marcas, e aproveitando a Temática Etílica, hoje vou falar da Skol, sentem-se crianças pois vai começar a aula:

skol logo

Elas são vistas freqüentemente em rodas de amigos, rodas de samba, mesas redondas, e também quadradas, de muitos bares e botecos, são indispensáveis para assistir uma partida, onde a redonda é a estrela principal (para quem está em dúvida, é futebol mesmo), em reuniões redondamente alegres, na maioria dos ambientes redondamente descontraídos, e nas praias, onde elas são o objeto de desejo. Onde tem alegria, tem SKOL, a cerveja que desce mais redonda do Brasil. Agora vamos conhecer melhor nossa companheira de farras….

A história

A cerveja que desce mais redonda no Brasil, SKOL PILSEN, foi lançada em 25 de agosto de 1964 na Europa pela cervejaria dinamarquesa Carlsberg e chegou ao Brasil em 1967, depois de alcançar grandes resultados no continente europeu. Na língua sueca, Skol (escreve-se skål) significa “à sua saúde”, expressão que muita gente usa antes de fazer um brinde. A Cervejaria Rio Claro lançou o produto sob licença no Brasil, e na seqüência a Brahma adquiriu a marca para uso exclusivamente no país.

1

A partir da década de 70 começou a revolucionar o mercado brasileiro de cerveja com o lançamento da primeira lata em folha de flandres (1971); a primeira lata em alumínio (1989), permitindo a conservação da cerveja gelada por muito mais tempo; a embalagem long neck com tampa de rosca e a de lata de 500ml (conhecida como latão da SKOL) em 1993; a nova versão da embalagem long neck de 355ml, dentro do padrão internacional para embalagens descartáveis, em 1996; e a primeira lata com boca redonda em 1997.
2

Na década de 90 a SKOL começou a investir pesadamente em marketing como, por exemplo, em 1998, quando a marca apostou na exposição de seu produto nos pontos-de-venda para impulsionar o mercado. Suas geladeiras se tornaram objeto de desejo de marmanjos. No ano seguinte, dando continuidade ao patrocínio de grandes eventos, a marca, patrocinadora oficial do Campeonato Brasileiro de Supercross, trouxe pela primeira vez ao Brasil, o então campeão mundial da modalidade, Jeremy Macgrath, para uma apresentação free style (estilo livre). Ainda este ano, o Skol Rock encerrou o grande festival de bandas inéditas com a exibição do grupo Offspring. A marca fechou o ano com o lançamento da campanha “2000 o verão mais redondo do planeta”. Em 2002 a SKOL atingiu o posto de cerveja mais consumida do Brasil, mantendo esta posição até os dias de hoje com mais de 30% de participação de mercado.
3

A linha do tempo
1994
● Lançamento da SKOL BOCK, cerveja mais forte para ser consumida no inverno.
2002
● Lançamento da cerveja SKOL BEATS, que revolucionou o mercado pelas características que o consumidor desejava para as ocasiões de agito: teor alcoólico na medida certa, menor amargor e menor sabor residual. Na embalagem, uma revolução: a garrafa long neck transparente (330ml) tem design moderno e inovador. Seu formato sinuoso faz referência ao “S” de SKOL, com o nome projetado em alto relevo.
2004
● Lançamento da SKOL BIG NECK, uma garrafa para consumo individual que dispensa o abridor, pois tem tampa de rosca, proporciona o prazer de beber na garrafa com sua boca redondona e tem o gole na medida certa (500ml).
2005
● Lançamento, no verão, da SKOL GELADONA, uma edição limitada vendida em uma lata de 473ml que conserva a cerveja gelada por muito mais tempo, graças a uma tecnologia de isolante térmico inédita no país que impede a passagem do calor externo para o líquido.
2006
● Lançamento da SKOL LEMON, cerveja com baixo teor alcoólico e limonada. A decisão de lançá-la foi fundamentada em pesquisas que sinalizaram que na Alemanha essa categoria de cerveja é a que mais cresce e equivale atualmente a 5% do mercado germânico, um dos maiores do mundo, Porém, o produto não agradou ao público brasileiro, sendo considerado um dos poucos erros que a marca cometeu no mercado.
● Lançamento da garrafa de 600ml com termômetro (rótulo termosensível) que avisa quando a cerveja está gelada. Com um rótulo termosensível, que muda de cor quando o líquido está no ponto certo para beber. O novo rótulo trazia uma seta transparente que ficava gradativamente azul a partir de 4 graus, temperatura considerada ideal para o consumo da cerveja.
2008
● Lançamento da nova garrafa de vidro, com 630 mililitros, ou seja, com 30 mililitros a mais que as garrafas-padrão da categoria. A nova garrafa tem alguns recortes diferenciados. O corpo e o gargalo são mais afunilados com a palavra AmBev escrita em alto relevo, e desenho de um abridor de garrafas. Além disso, o pescoço foi remodelado para ajudar a pegada na hora de servir e evitar que o consumidor segure o corpo da garrafa, esquentando a bebida. Inicialmente, a novidade está disponível apenas na cidade do Rio de Janeiro.
● Lançamento da SKOL LITRÃO, embalagem retornável em vidro e de um litro.
● Lançamento da SKOL Redondinha, lata de 269 ml, menor e mais fina, como nova aposta da marca no mercado de cervejas. A lata possui a tecnologia termosensível, que avisa quando a cerveja está na temperatura ideal para beber.

skol 3
Skol Beats
No ano de 2000, o SKOL BEATS, “festa mais redonda do planeta”, reuniu grandes nomes da música eletrônica em São Paulo e Curitiba. No ano seguinte, o evento se tornou o maior de música eletrônica da América Latina, com repercussão internacional no mundo beats. O evento caracteriza-se por tentar cobrir os principais estilos de música eletrônica, como Trance, House, Drum’n’bass, Techno, Electro e Breakbeat, trazendo produtores nacionais e internacionais consagrados e revelações em cada um desses estilos. Atualmente o festival, em sua décima edição, é realizado na cidade de São Paulo.
5

A comunicação
Moderna e irreverente, a marca sempre colocou no ar campanhas bem humoradas e inovadoras como os inesquecíveis comerciais: Tatuís, Pedidas, ET e Raio X de ET. Os filmes podem ser vistos clicando nos ícones abaixo.

A marca também lançou, em abril de 2003, campanha para reforçar a questão do consumo responsável, uma iniciativa inédita entre as empresas do setor no Brasil, com o slogan “Beber redondo é beber com responsabilidade”. Com espírito jovem, inovador e ousado, a SKOL acredita que a realização de patrocínio de eventos culturais é uma das formas de se atingir seu público-alvo (jovens entre 18 e 27 anos) e consolidar sua posição de liderança no mercado. A marca é antenada e ligada em tudo o que é moderno, novo e inédito: foi a primeira empresa a investir e “abraçar” a música eletrônica, com o SKOL BEATS, por exemplo. A marca também realiza o SKOL STAGE, um evento voltado para quem gosta de música e está sempre antenado a novos sons; o PRAIA SKOL, que leva a praia para o interior; e o BLOCO SKOL no Carnaval de Salvador.

Os slogans:

Sai dessa abre uma Skol. (1990)
A cerveja que desce redondo. (1997)
Tá na Roda Tá Redondo. (2005)
Com Skol tudo fica redondo. (2006)

Dados corporativos:


● Origem: Dinamarca
● Lançamento: 25 de agosto de 1964
● Criador: Cervejaria Cralsberg
● Sede mundial: São Paulo
● Proprietário da marca: Ambev (sob licença no Brasil)
● Capital aberto: Não
● Presidente: João Castro Neves
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Valor da marca: R$ 2.57 bilhões (2008)
● Presença global: 20 países (africanos e asiáticos)
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 23.000 (Ambev)
● Segmento: Bebidas alcoólicas
● Principais produtos: Cervejas
● Ícones: A inovação no setor de cervejas
● Slogan: A cerveja que desce redondo.
● Website: www.skol.com.br

O valor
Segundo a consultoria Brand Finance, somente a marca SKOL está avaliada emR$ 2.57 bilhões, ocupando a posição de número 27 no ranking das marcas mais valiosas do Brasil.

A marca no mundo
A cerveja SKOL (pertencente a cervejaria dinamarquesa Carlsberg e sob licença da Ambev) é líder absoluta do mercado brasileiro com cerca de com 32% de participação e terceira cerveja mais consumida do mundo com 33.5 milhões de hectolitros. A marca SKOL é comercializada pela Carlsberg ainda em 20 outros países, na grande maioria africanos e asiáticos. Porém, a cerveja é bem diferente da produzida no Brasil.

Você sabia?
● A SKOL não disponibiliza para a venda aos consumidores das famosas geladeiras personalizadas presentes em bares e em suas campanhas publicitárias.

Ja já esse blog pega uma cirrose…

Material extraido do Mundo Das Marcas

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: